Administração de Empresas - Administração da Produção

A EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA APO: DA PRODUTIVIDADE À SUSTENTABILIDADE NOS NEGÓCIOS

O objetivo deste estudo é analisar a evolução histórica da administração de produção e operações (APO) de forma global. A motivação para este estudo reside na importância que a gestão de produção e operações tem no desempenho das organizações, sejam elas de bens tangíveis (indústria, comércio), sejam elas de bens intangíveis (serviços). Busca-se responder a seguinte questão: Como a APO vem evoluindo e quais as variáveis que contribuem para o avanço dessa ciência? A técnica de Taylor aliada a gestão de Fayol foram o berço para a evolução das modernas teorias, técnicas, modelos e procedimentos administrativos que ganharam visibilidade e adquiriram maior complexidade a partir do pioneirismo de Deming consagrado no modelo produtivo japonês e suas ferramentas da qualidade.  Este estudo analisa individualmente os aspectos que impactam o atual modelo de gestão produtiva, como a dinâmica competitiva, a tecnologia, a qualidade, a produtividade e a velocidade. Foi realizada uma pesquisa documental/bibliográfica com alguns dos principais autores da área através de consultas a livros, artigos e websites. Constatou-se que a APO vem transformando-se velozmente nos últimos 70 anos, onde passou de um modelo produtivo fechado e restrito para um modelo aberto, interativo com os ambientes e dinâmico em sua forma de existir e competir. Outro grande destaque se revela na inserção das tecnologias aliadas aos processos produtivos que contribuíram de sobremaneira para a evolução da ciência produtiva, sem esquecer da importância das ferramentas da qualidade que contribuíram de igual forma para o avanço da APO em nível global.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000078
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2015
Nº Certificado: 
20151223.004991
Subscrever Administração de Empresas - Administração da Produção