Administração de Empresas - Administração Financeira

PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL COMO UMA ALTERNATIVA PARA MAIOR CRESCIMENTO E ESTABILIDADE

RESUMO

Este estudo tem o objetivo de considerar aspectos relevantes no planejamento financeiro pessoal. Analisar a concepção que estudantes de graduação do curso de férias e estudante de pós-graduação do curso de ciências contábeis de uma universidade estadual situada na cidade de Barreiras-BA possuem a respeito de planejamento financeiro pessoal, tendo como objetivos trazer conceitos de planejamento e controle financeiro, para que possam ser usados no dia a dia e comprovem a importância dessa prática. Apresentar uma estratégia de controle de gastos e delimitar as vantagens que os acadêmicos terão em utilizar o planejamento financeiro, pois o princípio de uma boa organização está na vida privada. Pessoas que não conseguem administrar sua própria vida conseguirão sucesso administrando organizações? A pesquisa foi feita através de um questionário aplicado a 57 estudantes de graduação e pós-graduação do curso de ciências contábeis de uma universidade estadual situada na cidade de Barreiras-BA. O propósito desta pesquisa é analisar a concepção que se possui a respeito de planejamento financeiro pessoal. Com base na pesquisa citado acima, foi aplicado um questionário com 17 perguntas, onde os pesquisados responderam a respeito do conhecimento e utilização do planejamento financeiro pessoal. Fez-se a análise dos dados através de tabulação em planilha do Excel e em sequencia a sua interpretação. A partir do estudo concretizado pode-se analisar que a eventualidade do mesmo foi refutada, pois de acordo com os resultados da pesquisa, a maioria dos entrevistados, por diversar razões as vezes acabam gastando alem dos recursos que possuem, apesar de terem o controle dos gastos, as vezes ultrapassam o orçamento mensal.

 

 

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000103
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20170119.005754

ANÁLISE DO DEPARTAMENTO FINANCEIRO EM UMA EMPRESA DO RAMO MOVELEIRO

O departamento financeiro funciona como suporte a todos os outros setores da organização, fornece informações que servem como alicerce à tomada de decisões, apontando a melhor alocação dos recursos disponíveis. Atua no processo de planejamento, captação e gestão destes recursos, visando à maximização dos resultados gerados pelas operações empresariais. Dessa forma, a presente pesquisa tem como finalidade analisar o funcionamento do departamento financeiro na empresa Brasmacol, que atua no ramo de componentes mobiliários, descrevendo sua estrutura, ferramentas e importância para a organização. Para tanto, foi realizado um estudo de caso na referida empresa, por meio de entrevista semiestruturada com o gerente financeiro que é responsável pelo setor na organização e levantamento bibliográfico a fim de buscar conhecimento teórico que fundamentasse a pesquisa. Como resultado, percebeu-se que o planejamento dos recursos funciona por meio de orçamentos e investimentos, a captação dos recursos mediante desconto de duplicatas, financiamentos e empréstimos e a gestão dos recursos disponíveis via fluxo de caixa, controle de contas a pagar, controle de contas a receber e controle de caixas e bancos. Fornecem periodicamente demonstrações financeiras que são utilizadas como embasamento para que aconteçam as tomadas de decisão adequadas ao quadro econômico e financeiro da empresa. Tais procedimentos são, portanto, essenciais para a sobrevivência da organização, pois permitem que o administrador esteja sempre bem assessorado e receba informações precisas e claras, auxiliando-o na tomada de decisões e dando suporte a projetos ou atividades da empresa que já estão em andamento, fornecendo o apoio necessário, dentro das suas limitações, para que tudo ocorra dentro da normalidade. 

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000086
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2016
Nº Certificado: 
20160719.005350

A UTILIZAÇÃO DO BALANÇO SOCIAL COMO INSTRUMENTO DE OTIMIZAÇÃO DAS INFORMAÇÕES CONTÁBEIS NAS ORGANIZAÇÕES PÚBLICAS

RESUMO

A Contabilidade já não é entendida apenas como um elemento de simples recorde e interpretação de dados históricos financeiros, mas também como uma técnica eficiente de gestão. Sendo assim, a Contabilidade surge como um fator decisivo no desenvolvimento das organizações que trabalham com benefícios coletivos, seja estas públicas ou privadas. Desse modo, para concretizar os objetivos postos, faz-se necessário à nova gestão a aplicação de demonstrativos amplos como o Balanço Social, que incorpora um apanhado de informação que perpassam a simples quantificação de receitas e despesas, inserindo em paralelo a mensuração de aspectos sociais e ambientais no contexto financeiro. Como meta de analise avaliou-se os três principais tipos de Balanço Social empregados na Gestão Pública brasileira (IBASE, GRI, Instituto Ethos), considerado as divergências e convergências, bem como, as vantagens e desvantagens de cada modelo. Como metodologia o trabalho se configura como uma pesquisa bibliográfica e qualitativa, instrumentalizando uma literatura para a fomentação de conceitos justificativos no estudo em curso. Como justificativa, ratifica-se que o desenvolvimento dessa pesquisa visa colaborar para o aperfeiçoamento das informações dos profissionais executores da Gestão Pública nas três esferas de governo. Como conclusão apontada pelo trabalho evidenciou que a utilização do Balanço Social como recurso contábil vem sendo desenvolvido dentro do setor público de modo incipiente, contudo concretiza-se como uma prerrogativa indispensável para ganhos de eficiência e eficácia na atuação do Estado.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000080
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2016
Nº Certificado: 
20160128.005193
Subscrever Administração de Empresas - Administração Financeira