Ciências Agrárias

CARACTERIZAÇÃO DE FARINHA DA CASCA DE MARACUJÁ AMARELO E MARACUJÁ-DO-CERRADO

As cascas de maracujá apresentam teores altos de polifenóis totais e alta atividade antioxidante total, indicando que o fruto pode ser fonte natural de compostos bioativos. A secagem é um método de conservação muito propícia, e que, pode ser usada no desenvolvimento de novos produtos. Assim o trabalho tem o objetivo de desenvolver uma farinha a partir de cascas de maracujá amarelo (Passiflora edulis flavicarpa) e maracujá-do-cerrado (Passiflora setacea DC), verificar seu potencial funcional e avaliar sua capacidade de gelificação para seu uso como um agente espessante alternativo aos tradicionais. Para tanto, foram realizadas análises para a caracterização química e determinação de polifenóis extraíveis totais (PET) e da atividade antioxidante total (AAT) e capacidade de gelificação. O rendimento de obtenção da farinha da casca de maracujá amarelo foi de 7,2% e foi 3,4% para a farinha casca do maracujá-do-cerrado. Os resultados indicaram os polifenóis totais foram de 123,33 ± 0,07 mg eq.Ác. gálico. 100g-1 e a atividade antioxidante total foi de 12,36 ± 1,75 μM sulfato ferroso. g de amostra pelo método FRAP.  A farinha da casca do maracujá amarelo foi a que apresentou a melhor capacidade de gelificação e rendimento.  

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000100
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20170113.005643

BIOPESTICIDA COM BASE EM ÓLEOS ESSENCIAIS

Biopesticidas, pesticidas provenientes de organismos vivos como plantas, são largamente utilizados como alternativa menos impactante aos tradicionais. Países como a França, que visa com o plano ‘Écophyto’ reduzir progressivamente 50% o uso de pesticidas até 2018, demonstra a preocupação dos países desenvolvidos. Há a necessidade urgente de mudar hábitos agressivos ao meio ambiente e utilizar-se de alternativas ambientalmente corretas, de modo que se aproveite o que a natureza oferece como meio de evitar o uso de produtos tóxicos. Objetiva-se avaliar os compostos majoritários de óleos essenciais na busca por uma alternativa que se adeque ao maior número de produtores possíveis.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000085
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2016
Nº Certificado: 
20160701.005419
Autor(es): 
Área do Conhecimento: 

LEVANTAMENTO ARBÓREO E ARBUSTIVO EM UM FRAGMENTO DE APP NO INTERIOR DO MUNICÍPIO DE TRÊS DE MAIO - RS.

As áreas de preservação permanente (APP) funcionam como uma barreira contra o assoreamento dos rios, ou seja, assegura a terra da margem e que vem de lavouras para que não caia dentro dele, tem a função de conservar a vegetação nativa da região, manter a beleza natural, como também reter um pouco da umidade. O presente estudo teve como objetivo diagnosticar a vegetação arbórea e arbustiva de um fragmento de uma APP. A área-objeto de estudo, envolveu o levantamento arbóreo-arbustivo em uma área rural, localizado na região noroeste do Rio Grande do Sul, no município de Três de Maio - RS. No presente trabalho foram identificados 140 indivíduos pertencentes a 12 famílias. Dentre as espécies encontradas 90 delas correspondem a arbusto e 50 arbóreas. O fragmento apresenta elevada diversidade florística, com distribuição relativamente uniforme de indivíduos em relação ao número de espécies, de forma que não há espécies com um domínio expressivo, capaz de caracterizar o fragmento. Ao analisar os resultados da composição florística, constatou-se resultados que indicam que a área esta razoavelmente bem conservada. As espécies com maior Valor de Importância (VI) do fragmento estudado são P. dubium, C. peltophoroides e E. uniflora , porém, estas três juntas representam 30% das espécies arbóreas e apenas 11% do VI total do fragmento, comprovando a homogeneidade da floresta. O trabalho ajudou a perceber a importância do levantamento, pois foi possível constatar que a área esta em estagio médio de regeneração natural, e com poucos exemplares de espécies invasoras, assim os dados obtidos nesse estudo nos permite a criação de metas e estratégias de conservação, proteção desse fragmento florestal e de outros vizinhos, mesmo que alguns fragmentos estejam em diversos níveis de perturbação, também pode ser extremamente importante, pois contribuíram para manutenção da diversidade de espécies e para recuperação da flora da região.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000097
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2016
Nº Certificado: 
20161228.005417

ESTUDO DE CASO: CAPTAÇÃO DE ÁGUAS DA CHUVA, E O AUMENTO DA DISPONIBILIDADE, VISANDO O DESENVOLVIMENTO E A CIDADANIA NO MEIO RURAL

RESUMO

 As más condições do relevo na cidade de Pedro Leopoldo, grande parte acidentado, e a frequente ação prejudicial das águas pluviais ocasionam erosões no solo, geram o assoreamento dos córregos e da rede hidrográfica, podendo provocar enchentes que trazem enormes prejuízos à população e ao município. Assim, o presente trabalho aborda a necessidade da construção de barraginhas nas propriedades rurais, fato que minimiza as enchentes, a poluição dos córregos e mananciais, e diminui o problema da erosão.  Como estudo de caso foi escolhido o projeto “ Preservado as águas de Pedro Leopoldo”, com duração de 5 anos e ainda em fase de implantação. Até o momento mais de 400 barraginhas foram construídas em 57 propriedades. Essa ferramenta tem sido eficiente, ao captar a água das chuvas intensas e irregulares, essas barraginhas proporcionam condições para que a água nelas represada se infiltre no solo, atingindo o lençol freático proporcionando a revitalização dos cursos d’água próximos.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000084
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2016
Nº Certificado: 
20160616.005387

PRESERVAÇÃO RENTÁVEL: PROPRIETÁRIO RURAL COMO PRESTADOR DE SERVIÇOS AMBIENTAIS

Influenciado por tendências mundiais de buscar a sustentabilidade, tem surgido no Brasil muitos projetos conjuntos ou isolados que buscam meios de preservar o meio ambiente, preservar a qualidade da água, do ar e do solo. O governo em muitas cidades e/ ou estados para auxiliar no incentivo a preservação da natureza tem criado programas de remuneração pelos serviços ambientais e tem tornado o produtor rural um prestador desses serviços ambientais, essa preservação rentável é o tema deste trabalho.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000086
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2016
Nº Certificado: 
20160726.005364
Área do Conhecimento: 

GLÂNDULAS VEGETAIS SECRETORAS DE SAIS E DIGESTIVAS

Graças a busca por informação, o homem conseguiu desenvolver sua cultura ao redor de vários conhecimentos, sobre o mundo a sua volta, o ambiente, os animais, as plantas. Estas últimas tem grande importância na produção de alimentos e diversos outros subprodutos, mas muitas plantas apresentam peculiaridades que muitas vezes são pouco estudas, entre essas peculiaridades podemos citar as glândulas secretoras e sal e digestivas que são o foco deste trabalho, justamente para trazer mais informações a cerca do assunto que esta pesquisa foi elaborada.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000086
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2016
Nº Certificado: 
20160726.005363
Área do Conhecimento: 

CARACTERÍSTICAS ANATÔMICAS E MORFOLÓGICAS DA ESTRUTURA FOLIAR

Devido a grande demanda de material e conhecimento para acadêmicos e profissionais de áreas que voltam seus estudos para as características e o funcionamento dos vegetais, é preciso estar a cada dia melhorando e deixando as informações disponíveis em formatos mais simples para compreensão. Nesse sentido o trabalho a seguir buscar trazer algumas informações relevantes sobre a estrutura anatômica e morfológica da folha, trazendo as diferenças entre as células do mesófilo, tipos de folhas adaptadas a certos ambientes e a estrutura Kranz.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000086
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2016
Nº Certificado: 
20160726.005362
Área do Conhecimento: 

CARACTERIZAÇÃO DA PESCA LAGOSTEIRA: IMPACTOS E EMPASSES RELACIONADOS A PROIBIÇÃO DA ATIVIDADE PESQUEIRA

A pesca da lagosta enfrenta uma das mais sérias crises do setor pesqueiro nacional, tanto no que diz respeito aos aspectos biológicos, sociais, econômicos e ambientais relacionados à atividade, apresentando sinais de sobrepesca e decréscimo acentuado da produtividade pesqueira. Porem medidas mitigatórias foram tomadas por parte das entidades governamentais, que incluem a proteção de áreas de desova, período de defeso, tamanho mínimo de captura, restrições ao uso de apetrechos e licenciamento da frota. Porém em recorrência da degradação do habitat pelas ações antrópicas e a tolerância com as práticas ilegais, a possibilidade de colapso dessa importante pescaria é admitida. Diversos seguimentos estão relacionados ao fracasso das políticas públicas de ordenamento desta atividade, frente a isso os diversos segmentos envolvidos na pratica desta pescaria afirmam que medidas inovadoras devem ser aplicadas para superar a atual crise.  A incapacidade governamental em monitorar a implementação, aliadas ao comportamento dos pescadores e a inutilidade das normas existentes também são abordadas como a fonte desse fracasso. Com este trabalho, propôs-se discorrer sobre a relevância da pesca da lagosta no Brasil, levando em consideração as problemáticas da sobrepesca deste crustáceo e os impasses relacionados a proibição da atividade pesqueira.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000089
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2016
Nº Certificado: 
20161011.005360

INSPEÇÃO DA QUALIDADE DE PESCADOS COMERCIALIZADOS NO MUNICÍPIO DE UBERLÂNDIA - MG

INSPEÇÃO DA QUALIDADE DE PESCADOS COMERCIALIZADOS NO MUNICÍPIO DE UBERLÂNDIA - MG

[1] Adriano Ferreira de Figueiredo

[2]Paulo Roberto Ribeiro

[3] Edson José Fragiorge

[4] Pedro Henrique Ferreira Tomé

RESUMO

No Brasil, vários motivos comprometem o consumo de pescado, sendo entre os principais, destacam-se o manuseio na estocagem e o armazenamento. O presente trabalho teve como objetivo inspecionar e avaliar a qualidade do pescado no município de Uberlândia-MG, por meio de análises sensoriais, bem como também avaliar a temperatura do pescado no gelo na área de comercialização e condições de estocagem. A pesquisa foi realizada em 2 hipermercados, 6 peixarias e 2 feiras livres, procurando abranger a maior área possível. Realizou-se a análise sensorial (visual), conforme Decreto-lei nº 30.691 de 29 de março 1952, em cada um destes estabelecimentos. Foram observadas as conformidade (C) e não conformidades (CN) referentes às características do pescado: condições de armazenagem no gelo, condições de higiene (em geral), o brilho dos olhos e a saliência, aderência de escamas à pele, intensidade da cor vermelho vivo nas guelras, firmeza e elasticidade da carne e presença de odor semelhante ao de plantas marinhas. Foram usados os parâmetros da portaria do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento que define padrões técnicos de identidade e qualidade de peixe fresco, para avaliar as condições de armazenagem no gelo. Verificou-se a temperatura do pescado conforme Resolução - RDC nº 216, de 15 de setembro de 2004 para alimentos preparados e refrigerados (4 a -18ºC). No município de Uberlândia MG, 51,0 % dos atributos avaliados para pescados estão em não conformidade, e, apenas 10,0% dos estabelecimentos estão de acordo com o preconizado pela legislação brasileira vigente para padrões de comercialização desses produtos.

 

Palavras Chaves: Conservação, Sensorial, Piscicultura;

[1] Discente - Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Triangulo Mineiro – Campus Uberlândia, Uberlândia, MG, Brasil. drifigui@yahoo.com.br

[2] Médico Veterinário - Docente, FATEC - Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Triangulo Mineiro – Campus Uberlândia, Uberlândia, MG, Brasil. proberto@iftm.edu.br

[3] Biólogo - Docente, FATEC - Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Triangulo Mineiro – Campus Uberlândia, Uberlândia, MG, Brasil. edsonjose@iftm.edu.br

[4] Engenheiro Agrícola - Docente, FATEC - Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Triangulo Mineiro – Campus Uberlândia, Uberlândia, MG, Brasil. pedrotome@iftm.edu.br

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000082
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2016
Nº Certificado: 
20160412.005316
Área do Conhecimento: 

IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS AMBIENTAIS E DE OPORTUNIDADES PARA MELHORIAS NO PROCESSO DE PRODUÇÃO DE CACHAÇA ARTESANAL

Atualmente, muitas empresas vêm buscando incorporar em seus processos novas práticas que garantam a preservação ambiental. Entre tais ações destacam-se desde estratégias mais simples como economia de água e energia, até mais complexas como a incorporação e a reciclagem de resíduos nos processos, e a adoção de técnicas de produção mais limpa. Este artigo busca identificar os principais aspectos ambientais ligados ao processo de produção da cachaça artesanal, desde a origem dos recursos, até a disposição final dos resíduos, assim como oportunidades de melhoria para o gerenciamento ambiental do processo. Para isso, além de um levantamento bibliográfico, foi realizado um estudo de caso de caráter ilustrativo, em um engenho de cachaça artesanal localizado na zona rural do município de Tatuí-SP, com a identificação dos principais aspectos ambientais e algumas propostas de melhorias para o gerenciamento ambiental do processo. Observou-se que mesmo uma pequena empresa pode encontrar soluções ambientalmente sustentáveis de produção, através da atribuição de soluções eficientes e ambientalmente corretas para os resíduos gerados na atividade. A diminuição dos impactos ambientais ocasionados tanto pelo cultivo da cana-de-açúcar quanto pelos resíduos gerados na produção da cachaça implica na reestruturação dos processos para se obter um gerenciamento ambiental ainda mais eficiente.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000079
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2016
Nº Certificado: 
20160127.005201
Área do Conhecimento: 

Páginas

Subscrever Ciências Agrárias