Educação

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS E SEUS ASPECTOS EVOLUTIVOS

Este artigo é uma análise realizada com base na disciplina de Educação de Jovens e Adultos (EJA), oferecida no curso de Licenciatura em Pedagogia, da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), campus de Juara – MT. Relatando o contexto histórico pelo qual a EJA passou ao longo dos anos, sendo exposto uma pesquisa a campo realizada em uma instituição Estadual da cidade, deste modo, retratando a importância do/a educador/a no processo de ensino/aprendizagem dessas pessoas adultas/jovens que ocupam este espaço, além de, salientar alguns motivos pelo qual há evasão escolar na Educação de Jovens e Adultos (EJA), indivíduos que buscam a EJA para melhoria de vida profissional e pessoal, mas que encontram no meio do caminho dificuldades, que acabam acarretando o abandono do curso, ressaltando a importância do/a aluno/a se sentir incluso/a dentro da sala de aula, para que possa se sentir motivado/a, e finalizar os seus estudos. Sendo assim, saliento que este artigo possui como objetivo, pensarmos em uma Educação de Jovens e Adultos (EJA), que inclua este indivíduo, o respeitando em sua integralidade como ser humano, além de, respeitar suas vivências e experiências.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000117
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20171214.006290
Área do Conhecimento: 

ASPECTOS HISTÓRICOS DAS CRECHES NO BRASIL

O presente artigo vem compreender como aconteceu o desenvolver das creches como instituições de aprendizagem no país em os seus contextos históricos. Compreender esses espaços como lugares de desenvolvimento humano nos faz refletir sobre como a educação infantil avançou no país desde seus primeiros olhares para a criança pequena. Para a tessitura deste texto nos reportamos a historiados, autores e pesquisas que nos remetem a entender que a Educação Infantil e seus espaços ganharam lugar e significações na vida das crianças, passando de uma concepção assistencialista e vindo numa perspectiva de aprendizagem e desenvolvimento humano.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000117
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20171214.006289
Área do Conhecimento: 

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: O LUGAR DA MATA CILIAR NO CONTEXTO ESCOLAR

Acreditando na importância da mata ciliar para a sobrevivência e qualidade das águas dos rios e córregos, e então, na sobrevivência da humanidade, é urgente que se faça um trabalho de educação, no sentido de sensibilizar a comunidade em geral para ações de recuperação de áreas antropizadas. Este texto só é resultado do que a pesquisa realizada dentro de projetos sobre meio ambiente dentro de  uma escola Pública no Município de Novo Horizonte do Norte-MT e nos evidencia. Nossos objetivos estavam voltados em compreender como os educadores estavam abordando a Educação Ambiental nos anos iniciais, tendo como objeto de foco a Mata Ciliar. A investigação nos evidenciou que os professores da área de (Ciências da Natureza, Matemática e Ciências Humanas e Sociais), trabalham a Educação Ambiental em sala de aula e os professores da área de linguagens, códigos e suas Tecnologias quase não trabalham essa temática em sala de aula. Nosso interesse em pesquisar sobre esse tema se deu pelo fato de estarmos preocupados com tanta destruição, o homem já destruiu tanto a natureza e agora está destruindo as margens dos rios e córregos, e isso nos deixa muito preocupada.

 

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000117
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20171207.006278
Área do Conhecimento: 

IDENTIDADE NEGRA, COMUNIDADES QUILOMBOLAS E A ESCOLA: TECENDO FIOS, DESVENDANDO TRAMAS!

O tema desta dissertação é a relação entre escola e a construção de identidade étnica de uma comunidade rural [o sítio Domingos Ferreira] pertencente ao município de Tavares, no interior da Paraíba, Brasil. Buscou-se averiguar como a escola de ensino infantil e fundamental “José Nascimento”, situada no sítio Domingos Ferreira - município de Tavares/Estado da Paraíba - vem se colocando frente ao processo de reconhecimento da comunidade em questão,enquanto uma comunidade remanescente de quilombolas. A pesquisa foi norteada pelas seguintes questões: Se a escola tem participado deste processo de reconhecimento? Que formas esta participação tem assumido? Quais os desafios que a escola tem encontrado na implementação de sua participação? Quais os resultados efetivos desta participação, ou, em outras palavras, qual a efetividade das ações implementadas? Como se percebe, a temática se insere na discussão sobre identidade cultural e multiculturalismo na escola, as quais vêm ganhando expressividade não apenas no âmbito educativo, mas no cenário público geral como consequência da emergência de novos sujeitos sociais, cujas demandas têm sido expressas a partir de um processo que antropólogos e outros cientistas sociais vêm denominando de reconversões identitárias ou etnogênese. Trata-se de uma pesquisa de cunho qualitativo, amparada no método etnográfico.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000117
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20171129.006267
Área do Conhecimento: 

UMA PERSPECTIVA SOCIOLÓGICA DA EDUCAÇÃO CONTEMPORÂNEA

Neste presente trabalho iremos abordar a educação na contemporaneidade, com ênfase nas questões do construtivismo e tradicionalismo, juntamente com os acontecimentos relacionados às transformações educacionais, culturais e sociológicas.

Partindo de conceitos transmitidos em função de problemas adquiridos como, por exemplo: a educação era somente para classe dominante, que visava à mão de obra, para formatar o cidadão em cima do que lhes era necessário.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000116
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20171129.006261
Área do Conhecimento: 

REFLEXÕES DO ENSINO E APRENDIZAGEM DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS: O OLHAR DO PEDAGOGO/A NA FORMAÇÃO SOCIAL DOS SEUS EDUCANDOS

O objetivo deste estudo é refletir sobre o ensino/aprendizagem da matéria de Ciências, destacando o olhar dos/as pedagogos/as sobre essa temática. A pesquisa foi realizada com os/as docentes egressos da Universidade do Estado de Mato Grosso, Campus de Juara – UNEMAT, que atuam nas escolas públicas do município de Juara/MT. Atualmente o ensino das Ciências tem ocupado lugar de destaque para a formação dos indivíduos. Ao refletimos sobre a constante transformação pela qual o mundo vem passando, aumenta a necessidade de informações e conhecimentos da matéria de ciências por parte dos indivíduos para que possam atuar de maneira satisfatória na sociedade. Neste contexto, se faz necessário/a docente ministrar a princípio conteúdos que estejam presentes no contexto social dos/as educandos/as, e aos poucos lhes apresentar novos conhecimentos científicos antes desconhecidos por eles/as, ou seja, os/as instigando a ser um/a pesquisador/a. Sendo assim, os/as oportunizando a refletir que no conhecimento cientifico não existe uma única verdade, é por meio de pesquisas que são descobertos novos conhecimentos, novas verdades, que pode ser anulada a qualquer momento. Os dados da pesquisa foram coletados por meio das narrativas escritas, de dois docentes. Diante disso, essa pesquisa tem como intuito enfatizar a importância da matéria de ciência na formação do indivíduo para uma consciência crítica e reflexiva de como sua ação interfere no meio em que vive, tendo como o foco um/a pedagogo/a, como formador desses sujeitos.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000116
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20171129.006260
Área do Conhecimento: 

EXPERIÊNCIAS PROPICIADAS PELO ESTÁGIO EM GESTÃO ESCOLAR

O presente artigo vem apresentar como acontece o trabalho de gestão em uma creche no município de Juara/MT. Foi a partir das experiências de estágio que a tessitura deste artigo foi concluída. A universidade propicia estas vivencias nos mais diversos setores da educação, e esta experiência propiciada pelo curso de Pedagogia na Universidade do Estado de Mato Grosso – UNEMAT nos fez compreender como estas atividades vinculadas a gestão escolar acontece e como esse processo é trabalhado dentro da unidade escolar, partindo sempre do principio da Gestão Democrática. Para a conclusão deste trabalho nos reportamos aos documentos norteadores da Instituição.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Nº Certificado: 
20171129.006259
Área do Conhecimento: 

AS DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM DE LEITURA E ESCRITA NO ENSINO FUNDAMENTAL E O SEU CONTEXTO ESCOLAR

A preocupação básica desse estudo é refletir sobre o papel das dificuldades de aprendizagens no contexto escolar dos educandos, diante da relação professor/aluno e ensino/aprendizagem, relações que são in dispensáveis para o êxito no processo educacional. Este artigo tem o objetivo de analisar as dificuldades de aprendizagem e a forma como estas interferem no aprendizado, para isso, realizou-se uma pesquisa bibliográfica considerando as contribuições de autores como CRUZ (1999), KIRT (1962) e LEITE (2012), entre outros, procurando refletir sobre os aspectos inerentes às dificuldades de aprendizagem. Concluiu-se que O ato pedagógico para alunos com problemas de aprendizagem deve ser diversificado, bem planejado e executado de acordo com a situação que estamos lidando.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000116
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20171122.006230
Área do Conhecimento: 

AS RELAÇÕES DE GÊNERO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UM UNIVERSO A SER EXPLORADO.

Reconhecendo a importância de dialogar com todos seguimentos sociais sobre a temática que envolve indiscutivelmente, também, a condição da mulher na sociedade, e também, a partir de nossa experiência na Educação Infantil, sentimos a necessidade de pesquisar sobre as Relações de Gênero na Educação Infantil durante a graduação em Pedagogia, originando nosso Trabalho de Conclusão do Curso. Para este texto, apresentamos fragmentos de nosso T.C.C produzido neste ano de 2015, e que parte de algumas reflexões e apontamentos que julgamos necessários diante do contexto atual que discrimina, silencia, exclui dos espaços sociais, violenta e assassina todos os dias mulheres brasileiras pelo simples fato de “serem mulheres”. O texto apresenta um breve retrospecto sobre a condição da mulher na sociedade a partir do século XIX e a discussão sobre conceitos como: Gênero, identidade de Gênero, e relações de Gênero. 

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000114
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20171020.006170
Área do Conhecimento: 

BRINCADEIRAS COM A INSERÇÃO DO LÚDICO NA CONSTRUÇÃO DO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM NA CRECHE

A pesquisa intitulada sobre o tema “Brincadeiras com a inserção do lúdico na construção do processo de ensino aprendizagem na creche” na Educação Infantil. A finalidade da pesquisa busca por responder a questão de A finalidade da pesquisa é analisar como o professor compreende a utilização das brincadeiras com a inserção do lúdico na construção do processo de ensino aprendizagem na pesquisa: qual a concepção dos professores e TDIs (técnicas de desenvolvimento infantil) sobre a inserção do lúdico na construção do processo de ensino aprendizagem da Educação Infantil. A pesquisa possui abordagem qualitativa, o instrumento de pesquisa foi questionário, onde os sujeitos pesquisados foram professores e TDIs. O lócus de pesquisa foi em uma creche Municipal de Juara – MT. A pesquisa por meios de autores que discutem a temática, e também os resultados dos dados da pesquisa evidenciaram que, o lúdico trabalhado adequadamente nos espaços educacionais inerentes a Educação Infantil vem tornando a aprendizagem menos conservadora, propicia as práticas de ensino do professor de modo a trabalhar as habilidades motoras e cognitivas. As brincadeiras são ferramentas lúdicas que constituem caminhos de prazer no aprender, descobre a individualidade, trabalha a socialização. O fazer pedagógico quando planejado com propriedade propicia a criança desenvolvimento. As brincadeiras antecedem e abre caminhos para novos conhecimentos, quando a criança ingressa na instituição educativa, seus conhecimentos são os do cotidiano familiar, e a fase de adaptação é lenta, mas satisfatória ao longo do tempo.

 

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000117
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20171205.006165

Páginas

Subscrever Educação