Fundamentos da Sociologia

O RECRUDESCIMENTO DA VIOLÊNCIA NAS RELAÇÕES SOCIAIS DESENVOLVIDAS NO INTERIOR DAS ESCOLAS

A percepção da violência na contemporaneidade adquire contornos e desdobramentos na sociedade mais densos e impactantes do que em outrora. A proliferação midiática da violência amplifica e generaliza uma sensação de instabilidade e de quase anomia social. A violência alcança todos os espaços sociais independentemente da sua configuração socioeconômica, cultural ou geográfica. Com base numa densa reflexão crítica de autores especialistas no tema, bem como, em coletas e tabulações de dados empíricos, o mote é compreender o processo para que se possa geri-lo melhor. A violência no ambiente escolar provoca uma circunstância que desarticula as relações, hierarquias e simbologias própria desse micro espaço social. O processo de ensinagem e aprendizagem estão condicionados não somente as técnicas e métodos pedagógicos. As relações afetivas, o meio e outras subjetividades incidem diretamente sobre os atores envolvidos. Compreender esse fenômeno na ótica daqueles que são autores e vítimas dessas ações pode possibilitar aos gestores educacionais subsídios para orientar e fundamentar políticas de mitigação e controle dessa cultura de violência. Nesse sentido, a premissa norteadora do desenvolvimento desse trabalho é compreender para intervir, ou seja, instituir uma política sem considerar o prisma dos atores envolvidos pode representar mais uma das muitas violências já instaladas nos ambientes escolares.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000067
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2015
Nº Certificado: 
20150213.004756
Subscrever Fundamentos da Sociologia