História

METODOLOGIA PARA ESTUDO DA RELIGIÃO NA SENEGÂMBIA E UM ESTUDO DE CASO DOS BIAFADAS

O presente artigo tem como objetivo apresentar e problematizar as metodologias utilizadas pelo historiador para compreender as religiões africanas identificadas na Senegâmbia. Em um segundo momento, pretendo apresentar um estudo de caso dos biafadas, povos encontrados na Costa da Guiné, e delinear suas características políticas, comerciais, sua organização social e religiosidade partindo de relatos dos viajantes europeus e da historiografia para África.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000111
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20170913.006099
Área do Conhecimento: 

UMA ANÁLISE DO PROCESSO INQUISITORIAL DO HEBREU DIOGO DA CUNHA E DO CONTEXTO EM ESTE QUE SE INSERIU

O presente artigo visa analisar o processo inquisitorial movido contra o judeu Diogo da Cunha proveniente de Marrocos que vivia em Portugal no século XVII. A partir desse ponto, pretendo examinar o contexto social, político e econômico de Portugal nesse século, a inserção dos judeus neste espaço, o que os levou a realizar esse deslocamento para as terras portuguesas. Pretendo igualmente contextualizar a situação de Marrocos nesse período. Analisarei também a atuação do Tribunal da Inquisição em Lisboa, como eram tratados os casos de bigamia, do qual o réu Diogo da Cunha fora acusado, além de uma tentativa de interpretar o processo.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000111
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20170825.006003
Área do Conhecimento: 

MEMÓRIAS DESENCAIXADAS: AS TÁTICAS DE MARIA NILSA SOARES DA SILVA DUHAU PARA TENTAR EVITAR A CENSURA DE FILMES DURANTE O REGIME MILITAR (1975-1984) E OUTROS APONTAMENTOS

Durante o regime militar (1964-1985), o governo controlava, com olhos repressores, produções artísticas, entre elas o cinema. Tudo em nome da moral, dos bons costumes e da segurança nacional. Para os militares, havia, sim, mensagens “subversivas” veiculadas através das produções cinematográficas. Maria Nilsa Soares da Silva Duhau atuou por diversos anos como representante de empresas produtoras de filmes. Ela era uma espécie de “ponte” entre essas empresas e a Divisão de Censura de Diversos Públicas, que funcionava em Brasília. Este artigo, portanto, traz algumas artimanhas que Maria Nilsa utilizava para “driblar” a censura.  Trata-se de personagem importante para entender um pouco mais sobre o regime militar e suas ações em relação à censura. 

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000091
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2016
Nº Certificado: 
20161114.005620
Área do Conhecimento: 

A RELAÇÃO DO “ENSINAR HISTÓRIA” COM AS TECNOLOGIAS: EMBATES E DESAFIOS

Ao pensarmos em ensino de história, não podemos deixar de pensar em vários segmentos que compõem essa análise, para chegar a um conceito. Entre esses segmentos se encontram, os métodos de ensinos, correntes historiográficas, todas marcaram a nosso modo de ver e aprender história, nos deixando aprendizados, de mudanças, reflexão, como de acréscimos e críticas, como também ainda nos deparamos com outras, partes a serem pensadas, dentro do ensino de história, como o currículo, planejamento, metodologias, recursos, enfim, vários são os itens que tem que ser considerado nessa temática ensino de história, que se fazem necessários e devem estar presentes.

Palavras-chave: História. Ensino. Didática.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000089
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2016
Nº Certificado: 
20160927.005529
Autor(es): 
Área do Conhecimento: 

DITADURAS MILITARES NA AMERICA DO SUL (1964-1985)

RESUMO: Este trabalho aborda as ditaduras militares na América do Sul no período de 1960-1980. Buscam-se suas conexões, ou seja, uma tentativa de aproximação entre as ditaduras instaladas em diferentes países sul-americanos. Além dessas conexões a atenção se volta para os fatores que levaram a esse tipo de governo, resultante de golpes de estado nesse período. Especificamente, diante de um cenário internacional marcado pela guerra fria, discute-se de que forma a América do Sul foi tratada pelo vizinho do norte, capitalista, sobretudo, frente ao exemplo da revolução socialista cubana, 1959.   Uma abordagem histórica sobre a formação política dos países sul-americanos e de conceituação de regimes autoritários de governo se coloca, nesse trabalho, como necessária para a compreensão do período delimitado, bem como a forma de governo consolidada pelos golpes militares. Entretanto, tal compreensão não prescindiu de um olhar ao cenário internacional e seus reflexos na América. Para tanto, metodologicamente,  lança-se mão da pesquisa bibliográfica sobre o tema.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000088
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2016
Nº Certificado: 
20160824.005497
Autor(es): 

OS ARGENTINOS EM FOZ DO IGUAÇU-PR: SOCIABILIDADES NO CONTEXTO DA EXPLORAÇÃO DA MADEIRA E DA ERVA-MATE NO ESPAÇO DE FRONTEIRA. (1889-1930).

O presente texto tem como objetivo analisar a presença de argentinos na região de fronteira no espaço ocupado atualmente pelo município de Foz do Iguaçu, no Oeste Paranaense e sua relação econômica e social entre 1889 e 1930, período áureo da exploração da erva-mate e da madeira durante e pós a constituição da Colônia Militar.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000074
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2015
Nº Certificado: 
20151029.005038
Área do Conhecimento: 

GÊNERO: ENTRE ASPECTOS DA TEORIA SOCIAL E A TEORIA DA LINGUAGEM.

GÊNERO: ENTRE ASPECTOS DA TEORIA SOCIAL E A TEORIA DA LINGUAGEM.

                                                                          Karina de Fª Visentin Bochnia[1]

 

Resumo: O presente artigo tem por objetivo analisar como ocorrem as considerações a respeito dos aspectos do conceito de Gênero através da perspectiva da história social entre a análise da historiadora Carla B. Pinsky, e do conceito de gênero através da perspectiva da teoria da linguagem pós-estruturalista da historiadora Jhoan Scott.

 

 

[1] Graduada em história pela UNICENTRO (2007) e em Ciências Sociais pela Faculdade Guarapuava (2014). Karina_bochnia@hotmail.com

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000075
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2015
Nº Certificado: 
20151113.004949
Área do Conhecimento: 

“E PUS OS SANTOS ÓLEOS”: REGISTROS PÚBLICOS ACERCA DO BATISMO NO MUNICÍPIO DE RIO PARDO NO PERÍODO DE 1755-1761

O presente artigo busca analisar a composição étnica e social da vila de Rio Pardo, no contexto colonial, durante a metade do século XVIII, pretendendo compreender a formação do território e a importância da imigração na história do Rio Grande do Sul. Através da análise de registros públicos eclesiásticos, sobretudo, no que se refere ao primeiro livro de batismos, objetivou-se caracterizar os sujeitos componentes dessa sociedade e seus locais de origem. O mosaico humano dos coadjuvantes, esquecidos nas prateleiras dos arquivos, ganha o papel principal para dar vida a essa narrativa que permeia e situa a contribuição açoriana para a formação de uma identidade sociocultural.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000068
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2015
Nº Certificado: 
20150507.004839
Área do Conhecimento: 

O OLHAR MIGRANTE SOBRE AS IDENTIDADES OU REPRESENTAÇÕES DOS ‘AMAZÔNIDAS’ EM RONDÔNIA (1970-1980) E A FORMAÇÃO DE NOVAS IDENTIDADES.

Este trabalho faz uma descrição bibliográfica dos múltiplos olhares do migrante em relação às comunidades tradicionais e suas identidades próprias como “amazônidas” que se apropriaram do espaço geográfico em questão e estabeleceram um equilíbrio com a natureza. Esse equilíbrio foi herdado dos povos indígenas e que foram repassados e/ou mantidos pelos ribeirinhos, seringueiros e que aos pouco são assimilados pelo migrante cuja interpretação destas representações identitárias amazônicas vêm se alterando ao longo do tempo. Há duas faces: o modelo avassalador capitalista e a experiência do colono que passa pelo processo de aprendizagem e adquire o jeito de ser e viver na amazônia rondoniense.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000070
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2015
Nº Certificado: 
20150723.004824
Autor(es): 
Área do Conhecimento: 
Subscrever História