Medicina

ASPECTOS ÉTICOS NO USO DE BIOBANCO E BIOREPOSITÓRIO NA PESQUISA CIENTÍFICA

As pesquisas científicas, principalmente na área biomédica, cada vez mais tem utilizado materiais biológicos para a realização de seus experimentos. Todo material coletado, seja de humanos ou animais, pertence ao indivíduo que o possui. Por isso, é necessário o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido para que esses materiais possam ser coletados e utilizados na pesquisa vigente. Qualquer material cedente pode ser armazenado e utilizado em dois diferentes tipos de reservatórios para fins da pesquisa, o biobanco e o biorepositório. Para isso é importante seguir os princípios éticos e a regulamentação jurídica junto aos órgãos governamentais. No Brasil e no mundo, essa regulamentação tende a ser mais estruturada, já que novas pesquisas são realizadas a cada dia, utilizando-se bancos de materiais biológicos para assim, contribuir com a evolução e desenvolvimento da ciência médica.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000108
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20170616.005962

ANTICONCEPÇÃO HORMONAL – REVISÃO SISTEMATIZADA DA LITERATURA

A contracepção é uma importante ferramenta que proporciona às mulheres não só o seu controle reprodutivo, como também o tratamento de diversas enfermidades. O entendimento da atuação hormonal no corpo feminino e as suas repercussões clínicas é fundamental para se ter os melhores resultados ao prescrever tais medicamentos. Este trabalho tem como objetivo aprofundar o estudo de técnicas anticonceptivas a partir de revisão de sistemas, focando nos métodos reversíveis, principalmente hormonais. Trata-se de uma revisão bibliográfica sobre o tema de anticoncepcionais hormonais com foco na discussão das vantagens e desvantagens do seu uso, buscando em conjunto com especialistas e indivíduos que utilizam essas pílulas, a melhor opção, a curto e longo prazo, como forma de evitar que algumas indicações se tornem indesejáveis ou provoquem sequelas irreversíveis.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000106
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20170418.005846
Área do Conhecimento: 

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE PUÉRPERAS ACERCA DO PRÉ-NATAL

Objetivo:A assistência pré-natal pode ser considerada um processo de constante aperfeiçoamento que busca sempre, através de manuais e instruções padronizadas, uma assistência de qualidade e humanizada visando a saúde da gestante e do bebê, sendo um fator importante na redução da mortalidade materna e perinatal, visto que muitas patologias no período gravídico-puerperal podem ser tratadas e/ou controladas. Diante disso, destaca-se o objetivo do presente estudo que foi conhecer as percepções por parte das puérperas a respeito da importância dada a essa assistência e a qualidade do atendimento. Trata-se de pesquisa de caráter descritivo, transversal com abordagem qualitativa, amparada na Teoria das Representações Socais a partir da análise dos Discursos Coletivos. Métodos: Estudo qualitativo, descritivo. A amostra foi constituída por 25 mulheres escolhidas de forma não probalística e intencional, sendo estas puérperas maiores de 18 anos, na cidade de Poços de Caldas-MG. Aplicou-se uma entrevista individual semiestruturada. A

tabulação dos dados ocorreu por meio da utilização de três figurasmetodológicas: idéia central, expressões chave e o discurso do sujeito coletivo Resultados: Foi demonstrado o conhecimento por parte das puérperas acerca da importância do pré-natal. Conclusão: tem-se falha no atendimento humanizado, sendo este o ponto que mais necessita de aperfeiçoamento baseado nos princípios que o Ministério da Saúde preconiza. 

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000099
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20170110.005777

TRANSPORTE DE MATERIAL BIOLÓGICO APLICADOS AO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS

Para que seja possivel garantir a qualidade das atividades realizadas dentro de um laboratório, se faz necessario adequar-se a padrões estabelecidos tanto na fase pré-analítica, analítica e pós-analítica. Através deste estudo é possível os aspectos que são importantes para o funcionamento apropriado do laboratório dando ênfase as normativas para o transporte e processamento da amostra. O embasamento em legislações vigentes e documentos direcionados a qualidade auxiliam na padronização e evita possíveis erros durante o transporte. Para execução do processo de transporte é necessario que todos os envolvidos passem por uma etapa de capacitação para garantida da qualidade e padronização do item abordado.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000094
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2016
Nº Certificado: 
20161215.005575

SIGNIFICADO E IMPORTÂNCIA DA GENÉTICA MÉDICA PARA MÉDICOS E ACADÊMICOS DE MEDICINA

Objetivo: A maioria dos médicos não especialistas em genética tem algum conhecimento básico da especialidade, porém é incapaz de fornecer informação e orientação adequadas sobre doenças dessa natureza e procedimentos relacionados. Por esse motivo, esses médicos necessitariam receber uma formação bem melhor que a atual, para que o papel de orientador seja cumprido satisfatoriamente. Objetiva-se nesse trabalho conhecer qual é o significado e importância da genética medica para médicos e acadêmicos de medicina. Métodos:Estudo qualitativo, descritivo, realizado no Hospital das Clínicas Samuel Libânio, Pouso Alegre, Minas Geraiscom 20 médicos e 10 acadêmicos de medicina. Aplicou-se uma entrevista individual semiestruturada. A tabulação dos dados ocorreu por meio da utilização de três figuras metodológicas: idéia central, expressões chave e o discurso dosujeito coletivo.Resultados:Especialidade médica, estudo do genoma, diagnóstico precoce, prevenção, aconselhamento genético, disciplina médica, câncer. Essas foram as ideias centrais encontradas para o significado da genética medica. A importância da mesma evidenciou-se pelas ideias centrais: profilaxia, bioética, acessibilidade, síndrome de down, terapia gênica, inovação, hereditariedade. Conclusão:Conclui-se que a genética médica éimportante, inovadora, promissora e repleta de conflitos bioéticos,porem muito distante da prática clínica do dia a dia.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000078
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2015
Nº Certificado: 
20160113.005168
Área do Conhecimento: 

CONHECIMENTO E INTERESSE

A maioria dos médicos não especialistas em genética tem algum conhecimento básico da especialidade, porém é incapaz de fornecer informação e orientação adequadas sobre doenças dessa natureza e procedimentos relacionados. Por esse motivo, esses médicos necessitariam receber uma formação bem melhor que a atual, para que o papel de orientador seja cumprido satisfatoriamente. Objetivou-se nesse trabalho conhecer qual é o significado e importância da genética médica para médicos e acadêmicos de medicina. Estudo qualitativo, descritivo, realizado no Hospital das Clínicas Samuel Libânio, Pouso Alegre, Minas Gerais com 20 médicos e 10 acadêmicos de medicina. A tabulação dos dados ocorreu por meio da utilização de três figuras metodológicas: ideia central, expressões chave e o discurso do sujeito coletivo. Médicos e estudantes de medicina consideram a genética médica como uma área importante, inovadora, promissora e repleta de conflitos bioéticos. No entanto, o conhecimento da mesma pela maioria mostrou-se limitado, como uma disciplina muito distante da prática clínica do dia a dia.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Nº Certificado: 
20151208.004923
Área do Conhecimento: 

CONHECIMENTO E INTERESSE DOS ACADÊMICOS MÉDICOS EM MEDICINA ALTERNATIVA: ACUPUNTURA E HOMEOPATIA

Objetivo: A acupuntura e a homeopatia, de forma progressiva no tempo, adquirem importância não só como área da medicina, mas também como fonte de determinação da qualidade de vida de um indivíduo. Isso reforça, de forma autêntica, a necessidade de médicos e acadêmicos de medicina em valorizar o aprendizado nessa área. Objetivou-se, portanto, estabelecer um estudo sobre o conhecimento e o interesse dos acadêmicos médicos sobre a medicina alternativa, mais especificamente, acupuntura e homeopatia. Métodos: Estudo qualitativo, descritivo, realizado na Universidade José do Rosário Vellano, Alfenas, Minas Gerais com 30 acadêmicos do curso de medicina. A tabulação dos dados ocorreu por meio da utilização de três figuras metodológicas: ideia central, expressões chave e o discurso do sujeito coletivo. Através desses métodos, o texto descreve as considerações sobre o conhecimento e interesse de estudantes de medicina em medicina alternativa. Resultados: Entre as ideias centrais encontradas ao indagar os estudantes de medicina sobre seu conhecimento sobre a medicina alternativa, a maioria relatou apresentar um conhecimento mínimo. Além disso, conhecimento por experiência própria e associação com questões psicológicas destacaram-se entre os resultados. 90% dos entrevistados foram a favor da inclusão da homeopatia e acupuntura na grade curricular do curso, em detrimento de 10% que  não acham importante. Conclusão: A maioria dos acadêmicos entrevistados concorda com a inclusão dessas especialidades na grade curricular, demonstrando o interesse em conhecer tais práticas e a importância deste conhecimento para o futuro na medicina. Todavia, a maioria dos acadêmicos apresentam conhecimento vago, pouco preciso, certas vezes incorreto sobre o assunto.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000072
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2015
Nº Certificado: 
20150902.004921
Área do Conhecimento: 
Subscrever Medicina