Saúde Materno-Infantil

DIFICULDADE NO MANEJO DA AMAMENTAÇÃO DO BINÔMIO MÃE-FILHO NO ALOJAMENTO CONJUNTO

Resumo: O desconhecimento da importância da amamentação, desde o pré-natal além de fatores de ordem biológica, psicológica e sócio culturais, pode ocasionar a interrupção do aleitamento materno exclusivo. Identificar essas dificuldades precocemente é de crucial relevância na continuidade da oferta deste leite nos primeiros seis meses da criança, garantindo sua manutenção por tempo mais prolongado. Desta forma, este estudo buscou apresentar uma revisão de literatura sobre os problemas específicos relacionados à lactação e seu manejo no alojamento conjunto do binômio mãe-filho. Foram encontradas como dificuldades mais evidentes a dor e lesão mamilar, pega e posição corporal incorreta da mãe e do recém nascido. Descritores: Aleitamento materno; Alojamento Conjunto; Dificuldade Amamentação.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000115
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20171030.006182

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE PUÉRPERAS ACERCA DO PRÉ-NATAL

Objetivo:A assistência pré-natal pode ser considerada um processo de constante aperfeiçoamento que busca sempre, através de manuais e instruções padronizadas, uma assistência de qualidade e humanizada visando a saúde da gestante e do bebê, sendo um fator importante na redução da mortalidade materna e perinatal, visto que muitas patologias no período gravídico-puerperal podem ser tratadas e/ou controladas. Diante disso, destaca-se o objetivo do presente estudo que foi conhecer as percepções por parte das puérperas a respeito da importância dada a essa assistência e a qualidade do atendimento. Trata-se de pesquisa de caráter descritivo, transversal com abordagem qualitativa, amparada na Teoria das Representações Socais a partir da análise dos Discursos Coletivos. Métodos: Estudo qualitativo, descritivo. A amostra foi constituída por 25 mulheres escolhidas de forma não probalística e intencional, sendo estas puérperas maiores de 18 anos, na cidade de Poços de Caldas-MG. Aplicou-se uma entrevista individual semiestruturada. A

tabulação dos dados ocorreu por meio da utilização de três figurasmetodológicas: idéia central, expressões chave e o discurso do sujeito coletivo Resultados: Foi demonstrado o conhecimento por parte das puérperas acerca da importância do pré-natal. Conclusão: tem-se falha no atendimento humanizado, sendo este o ponto que mais necessita de aperfeiçoamento baseado nos princípios que o Ministério da Saúde preconiza. 

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000099
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20170110.005777
Subscrever Saúde Materno-Infantil