Saúde Materno-Infantil

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE PUÉRPERAS ACERCA DO PRÉ-NATAL

Objetivo:A assistência pré-natal pode ser considerada um processo de constante aperfeiçoamento que busca sempre, através de manuais e instruções padronizadas, uma assistência de qualidade e humanizada visando a saúde da gestante e do bebê, sendo um fator importante na redução da mortalidade materna e perinatal, visto que muitas patologias no período gravídico-puerperal podem ser tratadas e/ou controladas. Diante disso, destaca-se o objetivo do presente estudo que foi conhecer as percepções por parte das puérperas a respeito da importância dada a essa assistência e a qualidade do atendimento. Trata-se de pesquisa de caráter descritivo, transversal com abordagem qualitativa, amparada na Teoria das Representações Socais a partir da análise dos Discursos Coletivos. Métodos: Estudo qualitativo, descritivo. A amostra foi constituída por 25 mulheres escolhidas de forma não probalística e intencional, sendo estas puérperas maiores de 18 anos, na cidade de Poços de Caldas-MG. Aplicou-se uma entrevista individual semiestruturada. A

tabulação dos dados ocorreu por meio da utilização de três figurasmetodológicas: idéia central, expressões chave e o discurso do sujeito coletivo Resultados: Foi demonstrado o conhecimento por parte das puérperas acerca da importância do pré-natal. Conclusão: tem-se falha no atendimento humanizado, sendo este o ponto que mais necessita de aperfeiçoamento baseado nos princípios que o Ministério da Saúde preconiza. 

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000099
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2017
Nº Certificado: 
20170110.005777
Subscrever Saúde Materno-Infantil