Zoologia

ENTOMOLOGIA URBANA: REGISTROS NOVOS E ADICIONAIS PARA OS MUNICÍPIOS DO RIO DE JANEIRO E DE PIRAÍ, BRASIL

Relata-se a ocorrência de cinco espécies de insetos nas cidades do Rio de Janeiro e de Piraí, Estado do Rio de Janeiro, Brasil, que constituem diferentes tipos de novos registros. As espécies são Xyphon reticulatum (Signoret, 1854), Acrogonia citrina Marucci & Cavichioli in Marucci, Cavichioli & Zucchi, 2002 (Hemiptera: Cicadellidae: Cicadellinae), Pseudolynchia canariensis (Macquart, 1839) (Diptera: Hippoboscidae), Cyrtonota sexpustulata (Fabricius, 1781) (Coleoptera: Chrysomelidae) e Hippodamia convergens (Guérin, 1842) (Coleoptera: Coccinellidae).

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000079
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2016
Nº Certificado: 
20160118.005191
Área do Conhecimento: 

OS PERSONAGENS DE HQS COMO ESTRATÉGIA PARA POPULARIZAR A ENTOMOLOGIA AQUÁTICA

As histórias em quadrinhos (HQs) podem possuir detalhes, alusões e ideias sofisticadas, e essas abordagens devem ser aproveitadas de diversas formas, inclusive nas salas de aula, como uma tentativa de despertar o interesse e prender a atenção dos alunos. A composição de um personagem das HQs muitas vezes recebe interessantes influências da vida real. Face à forte ligação dos insetos com o ser humano, não é de se estranhar que eles venham servindo como inspiração para muitos personagens da ficção. E isso também se aplica, especificamente, aos insetos aquáticos. O estudo tem como objetivo realizar um inventário dos personagens inspirados em insetos aquáticos e publicados em obras de duas das principais editoras estadunidenses de HQs (DC Comics e a Marvel Comics). Das ordens obrigatoriamente aquáticas, Ephemeroptera, Odonata e Megaloptera serviram de base para a criação de personagens. Ampliando o espectro para incluir as ordens não exclusivamente aquáticas, mas com representantes nos ambientes dulçaquícolas, há personagens inspirados em Orthoptera, Blattodea, Hemiptera, Neuroptera, Diptera, Coleoptera, Hymenoptera e Lepidoptera. Da DC Comics foram inventariados seis personagens inspirados em insetos aquáticos, pertencentes às ordens Ephemeroptera, Odonata, Hemiptera. Megaloptera, Coleoptera e Diptera. Da Marvel Comics foi levantada a ocorrência de onze personagens, quase todos baseados em integrantes da ordem Odonata. Dentre as características apresentadas por esses personagens destacam-se a presença de exoesqueleto, antenas e olhos compostos, a capacidade de voo (associada à presença de asas), a hexapodia, a digestão extra-corpórea e a inoculação de peçonha por meio de ferrão. A maioria dos personagens desempenha nas tramas o papel de “herói”, porém sem diferença estatística significativa em relação aos “vilões”.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000073
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2015
Nº Certificado: 
20151005.004998
Área do Conhecimento: 

POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA ATRAVÉS DO MUSEU DE ZOOLOGIA NEWTON BAIÃO DE AZEVEDO: CONSERVAÇÃO DA FAUNA

Visitações em museus são ferramentas essenciais para educação da população e popularização da ciência. Quando se trata de museus de Zoologia é também importante para a conservação efetiva das espécies da fauna. O Museu Newton Baião de Azevedo (MZNB) da Universidade do Estado de Minas Gerais Unidade de Carangola (UEMG), possui um acervo com um grande número de espécies representadas por vários grupos taxonômicos da fauna da Zona da Mata Mineira.  Com a preocupação de divulgar o MZNB objetivou-se popularizar suas coleções científicas através de palestras e promoções de visitas a estudantes do ensino fundamental e médio das escolas públicas e privadas de Carangola. Para tanto, foram realizadas palestras nas escolas do município, abordando de forma clara e sucinta a fauna da região. As visitas dos estudantes ao MZNB foram previamente agendadas e assessoradas e as palestras foram ministradas de modo informativo sobre a coleção científica. Foi observado que existe um conhecimento empírico negativo a respeito de animais peçonhentos da nossa fauna (cobras, escorpiões, aranhas, etc.) e animais de hábitos noturnos e/ou com características peculiares, como os morcegos e o porco espinho. Os alunos foram conscientizados sobre o patrimônio natural regional, sempre enfocando despertar uma mentalidade crítica e voltada à conservação de espécies da fauna local. O estudo despertou a curiosidade e desmitificou mitos sobre alguns animais, propiciou aos alunos um contato mais próximo com a biodiversidade faunística da região, tornando-os conhecedores de novos saberes, fortalecendo assim, o conceito de conservação biológica. Partindo da máxima que é preciso conhecer para preservar, conclui-se que a divulgação do museu através de visitas em escolas e palestras ministradas no acervo do MZNB, estudantes e alunos da educação básica se tornaram fortes aliados em prol da conservação do meio ambiente.

Tipo de Trabalho: 
Artigo
Status: 
Publicado
Edição da Revista: 
000067
Volume da Revista: 
01
Ano: 
2015
Nº Certificado: 
20150406.004746
Área do Conhecimento: 
Subscrever Zoologia