Back to top

ANÁLISE DA VARIABILIDADE DA DISTRIBUIÇÃO DE CHUVAS NO RIO DE JANEIRO COM O USO DE ESTATÍSTICA ESPACIAL

Tipo de Trabalho 

Artigo

Os danos causados pelas chuvas intensas de verão são motivo de constante alerta e preocupação para o governo e para a sociedade. Em função disto, a prefeitura do Rio de Janeiro criou o sistema de alerta de chuvas intensas, o Alerta Rio que é gerenciado pela Fundação Geo-Rio. O presente estudo tem por objeto compreender o comportamento das chuvas na cidade do Rio de Janeiro no ano de 2020. Para tal, utilizou-se uma análise exploratória e uma análise espacial dos dados, com o uso de metodologias da Estatística Espacial, de precipitação de chuva do Alerta Rio. As variáveis que compuseram os modelos foram as estações meteorológicas do Rio de Janeiro, os meses e os trimestres do ano de 2020. A análise exploratória do ano escolhido evidenciou que no Verão chove-se intensamente e no Inverno escassamente, o que era esperado. Os métodos de interpolação espacial geraram resultados significativos e superfícies que indicam os locais com maiores e menores incidências de chuvas. Tanto o Inverso do Quadrado da Distância quanto a Krigagem apresentaram as funções de regressão do modelo e do erro. Foi feita uma comparação dos dois métodos através da raiz dos erros quadráticos médios gerados e concluiu-se a Krigagem se mostrou levemente mais eficiente visto que assumiu menor erro entre os métodos avaliados na maioria das variáveis.