Back to top

ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DE LAJES NERVURADAS PRÉ-FABRICADAS COM VIGOTA TIPO TRILHO PROTENDIDA NA CONDIÇÃO BIAPOIADA E CONTÍNUA

Tipo de Trabalho 

Artigo

No presente trabalho serão apresentados o dimensionamento e a verificação de uma laje pré-fabricada com vigota tipo trilho protendida na condição biapoiada e contínua.

Os procedimentos de dimensionamento e verificação foram baseados nas normas NBR 6118 (2014) “Projeto de estruturas de concreto – Procedimento” e NBR 14859 (2002) “Laje pré-fabricada – Requisitos parte 1: Lajes unidirecionais” além da norma espanhola EF-96 (2002) “Instrucción para el Projecto y la Ejecución de Forjados Unidireccionales de Hormigón Armado e Pretensado”. Os critérios de projeto para esse tipo de sistema estrutural como dimensões mínimas, especificações de materiais e limites de tensões serão expostos ao longo do trabalho, os quais serão aplicados a uma laje típica com vãos e carregamentos relativamente comuns. O Vão adotado para a análise na condição biapoiada será de 5,00 metros e para a condição contínua, duplos de também 5,00 metros.

Depois de dimensionada a área de aço efetiva necessária para a vigota iniciou-se as verificações em relação ao estado limite de serviço. Foram realizadas as verificações relativas ao ELS-F (estado limite de formação de fissuras), ELS-D (estado limite de descompressão) e a vigota na sua fase de construção. Todas essas verificações foram realizadas para a condição biapoiada e contínua e para o máximo e mínimo momento fletor atuante na peça. As verificações nos estados limites de serviço de formação de fissuras, descompressão da seção transversal e fase construtiva foram verificadas chegando à conclusão de que a peça na condição contínua é mais eficiente. Isso se deve principalmente ao fato de o apoio intermediário diminuir significativamente os momentos fletores nos vãos e consequentemente as tensões na seção transversal.