Back to top

APROVEITAMENTO DE ÁGUA PLUVIAL PARA FINS NÃO POTÁVEIS EM RESIDÊNCIAS: ESTUDO DE CASO EM CONSELHEIRO LAFAIETE - MG

Tipo de Trabalho 

Artigo

O presente estudo teve por objetivo implantar um sistema de coleta e aproveitamento de água pluvial em uma residência da cidade de Conselheiro Lafaiete – Minas Gerais, com o objetivo de redução do consumo de água tratada na residência. Após a instalação do sistema, foram coletadas amostras da água capitada com a finalidade de garantir que o uso da água, para fins não potáveis, não acarretaria danos aos usuários e nas estruturas. Com a realização das análises foi verificado que os parâmetros cor, turbidez, pH e coliformes estão dentro dos aceitáveis pela NBR 15.527/07, que dispõe sobre os requisitos para o aproveitamento da água da chuva para fins não potáveis. Foi verificado que após a implantação do sistema nos dois anos subsequentes houve uma queda significativa no consumo de água tratada, em alguns meses chegou a mais de 50%, em janeiro de 2016 foi pago R$ 89,12 referente ao consumo de água tratada, após a instalação, em janeiro de 2018 foi pago o valor de R$ 41,10. Se comparado o valor de consumo do ano anterior à implantação do sistema, houve uma economia média de aproximadamente de 99 m3/ano. A implantação do sistema foi de R$ 508,00, que já foi recuperada pela economia gerada. Através das analises laboratoriais, analises de consumo e economia concluiu-se que a implantação do sistema é extremamente viável e rentável, além de preservar a água tratada.