Back to top

DOSAGEM EXPERIMENTAL DE CONCRETO BOMBEÁVEL E COMPARATIVO DE DESEMPENHO COM USO DE ADITIVO SUPERPLASTIFICANTE.

Tipo de Trabalho 

Artigo

Devido à necessidade atual em dosagens de concreto com maior trabalhabilidade por critérios que atenda: resistência estimada e viabilidade econômica desenvolveu-se neste trabalho a dosagem experimental de concreto usinado bombeável de slump a partir de 160 mm, novidade na maioria das centrais dosadoras de concreto. Foi utilizado como agregado graúdo o seixo rolado, a brita 1 e areia do leito de rio como agregado miúdo, encontrados com abundância nos rios amazônicos. Este estudo teve como objetivo preparar um traço de concreto bombeável com maior adensamento fazendo a adição de superplastificante que pudesse apresentar  característcas como: facilidade de bombeamento e melhor homogeneidade, fluidez dentro das fôrmas, para o estado fresco, como tambem  atingir durabilidade e resistência à compressão estimada (fck) de 30 MPa aos 28 dias, no estado endurecido. Os dados foram coletados na cidade de Manaus, os ensaios e a  elaboração da  dosagem foram realizados no laboratório  da usina de concreto USEMIX, seguindo as orientações da ABNT e Associação brasileira de Cimento Portland (ABCP). O cimento utilizado como matriz foi o Cimento Portland CPI S-40, disponível em toda região de Manaus e utilizou-se aditivo superplastificante. Os resultados encontrados indicaram que para chegar na fluidez desejada são necessários seguir e controlar criteriosamente os parâmetros de dosagem, como: fator água cimento (a/c), uso do aditivo especificador e densidade do concreto. Concluiu-se que a dosagem racional do concreto traz benefícios como diminuição do custo, menos desgaste de equipamentos, ganho de tempo e produtividade na execução da obra.