Back to top

"ENCONTRAMO-NOS NO INFINITO!?”

Tipo de Trabalho 

Artigo

RESUMO

Como a curiosidade despertada pelos Babilônios, os primeiros observadores do firmamento, segundo Simaan; Fontaine (2003), motivaram e impulsionaram o conhecimento científico, e, a sua evolução através dos tempos, assim como as barreiras encontradas.

Este é o objetivo deste artigo, fazer uma abordagem geral entre os dois paralelos: fé e ciência, a partir dos Babilônios até a Idade Moderna, sem entrar na discussão dos conflitos que há ou  possa haver entre eles.

 

PALAVRAS CHAVE: CIÊNCIA, FÉ, MITO DA ORIGEM

 

 

SUMMARY

 

Like the curiosity awake by the Babylonians, the first observers of the firmament, according to Simaan; Fontaine (2003), motivated and stimulated scientific knowledge, and its evolution through the time, as well as the barriers found.

This is the purpose of this article, to see between the two parallels: faith and science, from the Babylonians to the Modern Age, without getting into the discussion of the conflicts that exist or may exist between them.

 

KEYWORDS: SCIENCE, FAITH, MYTH OF ORIGIN

Palavras Chaves: