Back to top

FERTILIZANTE ORGANOMINERAL NO CRESCIMENTO DE MUDAS E PLANTAS JOVENS DE CAFÉ ARÁBICA

Tipo de Trabalho 

Artigo

O cafeeiro é uma cultura muito exigente nutricionalmente, o que mostra a importância de se buscar fertilizantes mais eficientes na disponibilização de nutrientes. Dentre estes fertilizantes, os organominerais tem se destacado. Objetivou-se com esse trabalho avaliar o efeito da adubação com fertilizantes organominerais no crescimento de mudas e plantas jovens de cafeeiro (Coffea arabica L.). O estudo constou de dois experimentos delineados em blocos: produção de mudas e crescimento das plantas em vasos. O fertilizante organomineral utilizado foi produzido a partir da peletilização de torta de filtro de indústria canavieira com polímero orgânico biodegradável, e enriquecimento com minerais NPK 04-17-07. A produção de mudas foi avaliada em substrato adubado com adubação convencional, adubação orgânica, adubação mineral e adubação organomineral com 0, 40, 60, 80 e 100% da adubação convencional, com cinco repetições; Nos vasos as plantas foram crescidas em substrato adubado com adubação convencional e adubação organomineral com 0, 40, 60, 80 e 100% da adubação convencional, com três repetições. As mudas de café produzidas em substrato com adubação convencional apresentam melhor padrão de desenvolvimento. As plantas crescidas em substrato com 80% da adubação convencional, mineral e orgânico, não diferem estatisticamente para altura de plantas. Quanto maior a concentração do organomineral no substrato, maiores são os benefícios nas plantas de café. A utilização de fertilizantes organominerais no cafeeiro é uma técnica viável, desde que sejam disponibilizadas fontes minerais de nutrientes prontamente solúveis.