Back to top

QUARENTENA COM O INIMIGO: UMA ANÁLISE JURÍDICO-SOCIAL DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A MULHER EM PORTO VELHO/RO DURANTE A PANDEMIA DE COVID-19

Tipo de Trabalho 

Artigo

 

O estudo se volta a reflexão do impacto decorrente da pandemia do novo coronavírus Covid-19 no que tange a violência doméstica contra a mulher na capital. Discorre-se acerca evolução jurídica dos direitos da mulher, de modo que tem como primordial finalidade a busca incessante das mulheres pelo seu espaço e pela equidade de gênero assegurada pela Constituição Federal Brasileira de 1988, conforme a doutrina e o entendimento do Direito Constitucional e do ordenamento jurídico brasileiro, verificando dessa forma a necessidade de proporcionar a equidade às mulheres, tendo em vista que foram anos de lutas para que fossem consideradas partes da sociedade e pudessem usufruir dos direitos que deveriam ser aplicados a todos, bem como o entendimento acerca da igualdade e as barreiras enfrentadas ainda atualmente pelas mulheres que sofrem com as relações de poder impostas socialmente. Estuda-se acerca da incidência da violência doméstica no Brasil e os motivos da sua perpetuação na sociedade atual. O estudo se volta a reflexão do impacto decorrente da pandemia do novo coronavírus Covid-19 no que tange a violência doméstica contra a mulher na capital. Discorre-se acerca evolução jurídica dos direitos da mulher, de modo que tem como primordial finalidade a busca incessante das mulheres pelo seu espaço e pela equidade de gênero assegurada pela Constituição Federal Brasileira de 1988, conforme a doutrina e o entendimento do Direito Constitucional e do ordenamento jurídico brasileiro, verificando dessa forma a necessidade de proporcionar a equidade às mulheres, tendo em vista que foram anos de lutas para que fossem consideradas partes da sociedade e pudessem usufruir dos direitos que deveriam ser aplicados a todos, bem como o entendimento acerca da igualdade e as barreiras enfrentadas ainda atualmente pelas mulheres que sofrem com as relações de poder impostas socialmente. Estuda-se acerca da incidência da violência doméstica no Brasil e os motivos da sua perpetuação na sociedade atual.