Back to top

MEMÓRIAS DESENCAIXADAS: AS TÁTICAS DE MARIA NILSA SOARES DA SILVA DUHAU PARA TENTAR EVITAR A CENSURA DE FILMES DURANTE O REGIME MILITAR (1975-1984) E OUTROS APONTAMENTOS

Tipo de Trabalho 

Artigo

Durante o regime militar (1964-1985), o governo controlava, com olhos repressores, produções artísticas, entre elas o cinema. Tudo em nome da moral, dos bons costumes e da segurança nacional. Para os militares, havia, sim, mensagens “subversivas” veiculadas através das produções cinematográficas. Maria Nilsa Soares da Silva Duhau atuou por diversos anos como representante de empresas produtoras de filmes. Ela era uma espécie de “ponte” entre essas empresas e a Divisão de Censura de Diversos Públicas, que funcionava em Brasília. Este artigo, portanto, traz algumas artimanhas que Maria Nilsa utilizava para “driblar” a censura.  Trata-se de personagem importante para entender um pouco mais sobre o regime militar e suas ações em relação à censura. 

Palavras Chaves: